PROGRAMAS PARA ESCREVER LIVROS | DICAS E RECOMENDAÇÕES

Escrita

PROGRAMAS PARA ESCREVER LIVROS | DICAS E RECOMENDAÇÕES

programas para escrever livros

Você fica pensando e repensando em como é melhor escrever sua história? À mão? No computador? No celular? No tablet? Hoje em dia temos bastante opções, mas a maioria opta por um computador ou notebook. E mesmo nesses, você ainda precisa decidir qual programa para escrever você optará. E as opções são várias e cada uma com vantagens, desvantagens e funcionalidades únicas. Então, quais programas para escrever livros nós temos à disposição?

Antes de eu mostrar as 9 sugestões de programas que você pode utilizar, preciso te deixar apenas um aviso: Opte pelo que você tem à mão.

De nada adianta desejar o programa ou aplicativo perfeito se você não está escrevendo. Então, use o que você já tem em mãos para iniciar sua produção.

Nada te deixará mais produtivo do que produzir independentemente do local que for. Estamos combinados?  

Já que falei que temos que começar pelo que temos em mãos. Muito provavelmente o que você já tem é o nosso primeiro programa.

Word

O Word, da Microsoft, é o editor de texto líder de mercado e, de longe, o mais utilizado. Nele é possível escrever, editar a página, fazer correção e revisão, além de uma série de edições gráficas como incluir imagens, notas de rodapé e cabeçalho, paginação, criação de índice. Para facilitar a leitura, além do formato nativo, o .doc, o Word exporta para .pdf, deixando o arquivo mais seguro para ser enviado.

Ele vem dentro do pacote Office da Microsoft, que acaba facilitando para que a maioria dos computadores hoje contem com o software.

Além de disponível no computador, há também aplicativo para smartphone e, também é possível utilizá-lo no navegador de internet.

A parte negativa, é claro, é que é um software pago dentro da assinatura do pacote Office. Mas com certeza é um programa para ficar atento.

O segundo dos programas para escrever livros é o Writer, do Libre Office.

Writer

Para quem quer uma solução gratuita, o Writer é uma ótima pedida. Ele é um substituto a altura do Word, mas totalmente gratuito, pois é um programa de código aberto, como diz o nome do seu pacote, o Libre Office.

O pacote conta com outros softwares que concorrem com os do Microsoft Office. É uma ótima oportunidade para quem já está familiarizado com o Office, mas quer economizar a assinatura da Microsoft.

O Writer é ótimo para escrever, tem basicamente tudo que o Word tem, traz diversos modelos de página e é totalmente em português.

Agora um software feito para escritores, o Scrivener.

Scrivener

Esse é, provavelmente, o programa totalmente voltado a escritores mais famoso do mundo.

Ele não é apenas um processador de texto como o Word ou o Writer. Ele é também um gerenciador de projetos, tendo a funcionalidade de organizar todo seu projeto literário em um mesmo programa.

Você pode criar linhas de tempo, fichas, permite importação de documentos, entre outras funções. Ele é indicado para quem quer ter controle total do seu projeto e ter tudo ao alcance facilmente.

O ponto negativo? Ele é pago. No momento desse vídeo, a licença do programa custa 184 reais, e é possível testá-lo durante 30 dias.

Se você gosta de criar fichas, talvez goste de criar personagens. Se você quer melhorar sua criação, recomendo um outro vídeo aqui do canal sobre criação de personagens. Lá está disponibilizado um ebook gratuito sobre criação de personagem. Fique à vontade para fazer do download! O link do vídeo está no card aqui em cima.

Mas voltando aos programas: O próximo é o yWriter

yWriter

Ele facilita bastante o trabalho literário, pois ajuda a dividir a obra conforme se escreve. Ele é um bom substituto do Scrivener, pois faz mais do que processar texto, ele ajuda na organização do projeto também.

Ele registra seu progresso enquanto escreve, então acaba te ajudando a te motivar para seguir em frente.

Então, quem busca organização, controle total sobre o projeto, além do próprio processador de texto em si, o yWriter acaba sendo uma ótima opção.

Apesar dessas funcionalidades de organização, tanto o Scrivener quanto o yWriter podem acabar te prejudicando no foco da escrita.

Você pode querer organizar tudo tintin por tintin, mas acaba perdendo um tempo precioso e talvez até a paciência.

Então, se for usá-los, vá com calma e paciência, pois são duas ferramentas poderosas para o desenvolvimento da sua escrita.

Já se sua ideia é trabalhar na escrita acima de tudo, um dos programas para escrever livros que você pode gostar bastante é o Focuswriter.

Focuswriter

Como o nome diz, ele foi feito para eliminar todas as distrações possíveis e melhorar sua produtividade. Para fazer isso ele ocupa toda a tela do computador, salva automaticamente o que você escreve, tem alarme e cronômetro para te ajudar a criar uma rotina, e ainda oculta outros programas que não serão usados no processo e podem tirar sua atenção.

Ele é muito bom para quem está na fase de escrita, mas não tente usá-lo para editar, pois você provavelmente necessitará de outros programas abertos, como o navegador, e o Focuswriter simplesmente não vai deixar.

Inclusive, essa função de ocupar a tela toda para focar sua escrita, não é única do Focuswriter. O programa Zenwriter também oferece essa possibilidade.

Inclusive, esse é outro programa que voê pode usar.

Nele você também tem essa imersão na escrita em tela cheia sem distrações, afinal, a ideia é escrever de forma Zen. Ele, assim como o anterior, também não é indicado para edições, e não tem muitas funcionalidades. É reservado basicamente para o foco na escrita.

Saindo dos programas para focar, temos o Storybook.

Storybook

Esse programa é um bom programa para quem está testando programas de escrita para escrever e organizar seu projeto.

O Storybook é organizado em fichas que separam personagens, cenários, cenas, tramas, que auxiliam na organização da história. Além disso, ele gera relatórios sobre uso de personagens, cenários e marca o progresso do livro conforme as metas do autor.

Quem gosta de ter o controle total da obra, vai adorar esse programa. Mesmo que ele não seja exatamente fácil de se mexer. Afinal, são muitas funções para aprender, o que pode assustar os usuários iniciantes. Mas sempre vale a tentativa, certo?

Inclusive, se você gosta de estruturar histórias. Sugiro que dê uma olhada no vídeo do canal sobre o Método Snowflake, que é um método de construção de histórias. Você pode acessar o vídeo pelo card aqui em cima.

E por falar em construção de histórias, temos outro programa para isso também: o Freemind.

Freemind

Ele também não foca na etapa de escrever em si, mas auxilia na montagem do esquema da história.

Seu principal diferencial é a montagem de diagramas que auxiliam a trabalhar as tramas da história e criar o seu universo como em um brainstorming.

Se você já usou ou viu alguém usando programas como mindmeister, lucidchart e até o próprio canva, já sabe como são os mapas mentais e como eles auxiliam na criação.

Com o freemind você pode fazer a mesma coisa dentro do projeto de escrita. No início pode parecer desorganizado, mas com a evolução do mapa tudo se ajeita, assim como em qualquer mapa mental.

É uma boa indicação para quem quer organizar sua história, mas não quer criar tood um outline ou trabalhar com fichas.

Eaí, está gostando da lista? Já conhecia ou usa algum desses programas? Me conta aqui nos comentários a sua experiência com ele. E não esqueça de curtir o vídeo e se inscrever no canal para receber conteúdo sobre escrita toda semana.

Mas não sai do vídeo ainda não. Depois desses principais apps para escritores, temos ainda outras opções mais genéricas, mas tão utilizadas quanto e que se assemelham mais ao Word.

O primeiro é o famoso Google Docs.

Google Docs

Esse é, basicamente, a versão Word do Google. Ele tem, em essência, as mesmas funcionalidades e aparência, com a grande vantagem de você poder ter acesso aos documentos de qualquer lugar. Afinal, tudo que você faz é através do navegador de internet, utilizando o sistema do Google Drive.

Mas assim como essa é uma grande vantagem, também pode ser uma desvantagem. Assim como ela é salva sempre na nuvem, para você poder ter acesso, também é necessário estar online. Mas, por experiência própria: nos dias de hoje a vantagem de ter acesso ao texto em qualquer lugar supera a possibilidade de você ficar sem internet.

Outra funcionalidade útil é poder compartilhar o arquivo com leitor crítico e editor dando a opção de editar ou apenas visualizar o documento. Isso pode auxiliar para que todas as notas e revisões fiquem no mesmo local sem idas e vindas de documentos impressos ou mesmo várias versões de um mesmo arquivo em uma pasta.

Quem nunca salvo um “FINAL 1”, “FINAL 2”, “FINAL 3”, não é?

O último dos programas para escrever livros é o Evernote.

Evernote

Como o próprio nome diz, o programa é especialista em notar. Isso auxilia muito na criação, pois é possível separar um documento para escrever e, enquanto isso, colocar notas durante o texto para melhorar a produtividade.

Assim como o Google Docs, o Evernote também é online e pode ser acessado de qualquer lugar sem problemas e seus documentos estarão salvos na nuvem sempre.

Durante a faculdade o Evernote era basicamente meu caderno, e até hoje eu tenho as anotações guardadas na minha conta. Melhor do que uma pilha de papel jogada em gavetas ou na garagem.

Eaí?! Gostou das dicas de programas para escrever livros? Já está pensando em algum para começar seu próximo projeto? Me conta aqui nos comentários. Mas não se esquece hein: Use o que você tem em mãos para começar. Não se apegue a ter um programa específico para começar seu livro. Se o caderno é o que você tem, vá no caderno mesmo. Senão, opte pelo Google Docs ou pelo Word. O importante é escrever!

E se você quiser um suporte para desenvolver sua história e ainda ser publicado em uma coletânea de contos, conheça o Curso de Escrita Literária da Tellers. Até o próximo post!

Tags :
escrever à mão,escrever meu livro,escrita do livro,evernote,google docs,google drive,meu livro,onde escrever meu livro,programa para escrever,programa para escrever livro,scrivener,word,yword

Gostou do contéudo? Compartilhe!

One Response

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts Recentes